free portfolio web templates

TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Mobirise

O que é coronavírus ?

É uma grande família de vírus que recebeu esse nome por possuir na sua superfície espículas que lembram uma coroa.
Dentre os vários tipos de vírus, os mais conhecidos até o momento são o SARS-CoV e o MERS-CoV. Estes vírus podem causar infecções respiratórias em seres humanos e em animais.
Recentemente, foi identificado um novo tipo de vírus, o SARS-CoV-2, causador da COVID-19.
Geralmente, as infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves, semelhantes a um resfriado comum, podendo evoluir, para pneumonia e, em alguns casos, para Síndrome Respiratória Aguda.

Mobirise

Transmissão

O vírus se dissemina pelo contato interpessoal, tendo um período de incubação de 5 a 14 dias.
Até o momento, não há informação suficiente que defina quantos dias anteriores ao início dos sinais e sintomas uma pessoa infectada passa a transmitir o vírus.
Mais informações sobre o coronavírus podem ser acompanhadas no site do Ministério da Saúde pelo link abaixo:

Mobirise

Sintomas

O quadro clínico é caracterizado por febre associada a sinais e sintomas respiratórios, como tosse, dificuldade para respirar e batimento de asas nasais.
Serão considerados casos suspeitos pessoas que apresentem febre e ao menos um sintoma respiratório (tosse e dificuldade para respirar) e com histórico de viagens para áreas de transmissão local nos últimos 14 dias ou que tenham tido contato próximo com casos suspeitos ou confirmados de coronavírus.

Mobirise

Exames Laboratoriais

A realização de coleta de amostra respiratória está indicada sempre que o paciente atender a definição de caso suspeito de COVID-19 em serviços de saúde públicos e privados.
Conforme orientação do Ministério da Saúde, as amostras deverão ser encaminhadas para laboratórios específicos para confirmação diagnóstica.

Mobirise

Como se Prevenir

Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, orienta-se que sejam adotadas medidas gerais de prevenção, como:
Higienizar, adequadamente e com frequência, das mãos até os cotovelos, com água e sabão ou álcool gel 70%, principalmente antes de consumir alimentos, por pelo menos 20 segundos, dando atenção especial para entre os dedos e debaixo das unhas;
• Utilizar lenço descartável para higiene nasal e descarta-lo após o uso;
• Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, com cotovelo flexionado ou com lenço descartável e lavar imediatamente as mãos;
• Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
• Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
• Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência;
• Manter os ambientes bem ventilados;
• Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
• Evitar aglomeração e locais fechados.

Mobirise

No Brasil

O Ministério da Saúde passou a disponibilizar a partir do dia 2 de março o canal telefônico 136 com conteúdo específico sobre o novo coronavírus, o COVID-19, para cidadãos e profissionais de saúde (médicos e enfermeiros). O serviço do 136 para o cidadão funcionará 24 horas por dia, 7 dias por semana e, para médicos e enfermeiros funcionará de segunda a sexta das 8h às 17h30 e, a partir de abril, das 8h às 20h. A ANVISA publicou dia 19 em seu portal o documento Protocolo para Enfrentamento do COVID- 19 em Portos, Aeroportos e Fronteiras.
A ANVISA publicou dia 19 de fevereiro em seu portal, na aba “Protocolos e planos de contingência”, o documento Protocolo para Enfrentamento do COVID- 19 em Portos, Aeroportos e Fronteiras.
Clique no botão abaixo e confira o documento na íntegra.

Hospital Santa Maria e Einstein firmam parceria para exames do coronavírus

Mobirise

A diretoria do Hospital Santa Maria de Suzano confirmou nesta sexta-feira (6) a consolidação de uma parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein para a realização de exames de detecção do novo coronavírus, aperfeiçoando desta maneira a estrutura disponibilizada aos seus pacientes diante da epidemia.

A partir de agora, frente a casos suspeitos a partir de avaliação médica, seguindo os protocolos relacionados aos critérios epidemiológicos – paciente que apresenta sintomas característicos da doença, viajou para países considerados de risco ou manteve contato com outras pessoas nestas condições -, o Hospital Santa Maria enviará as amostras para o Hospital Albert Einstein, que segue a mesma metodologia e tecnologia do Instituto Adolfo Lutz quanto ao diagnóstico.

O resultado será divulgado em aproximadamente 7 dias – atualmente, o prazo médio no Adolfo Lutz é superior por conta da alta demanda -, o que será decisivo para a adoção de medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde em relação aos pacientes, contribuindo de maneira decisiva para o sistema de atendimento de Suzano e todos os municípios do Alto Tietê.

A transmissão mais rápida dos dados permite, segundo ressaltou a diretoria do Hospital Santa Maria, a elaboração de estratégias das secretarias municipais de saúde e demais órgãos governamentais envolvidos no combate e prevenção ao novo coronavírus na Região.

Esta contribuição, destaca ela, reforça o compromisso com a eficiência e segurança em assistência médica e hospitalar, sempre estendendo seus resultados em benefício de toda a população.

Os diretores voltaram a ressaltar que não existem razões para preocupações excessivas de pacientes e colaboradores porque rígidos protocolos foram adotados antes mesmo do surgimento dos primeiros casos confirmados. A Comissão de Controle de Infecções Hospitalares está pronta e capacitada para todas as circunstâncias relacionadas a doenças virais.

Ficaram mantidos os leitos de isolamento respiratório que não permitem a saída de ar do ambiente para as demais dependências do hospital. Além disso, os colaboradores de todas as áreas participaram de treinamento prático e simulação de atendimento e vêm sendo atualizados sobre osnovos protocolos, seguindo a evolução dos casos.


COMUNICADO - RESULTADO DO EXAME

       A diretoria do Hospital Santa Maria de Suzano recebeu oficialmente na tarde desta quarta-feira (04), por intermédio da Vigilância Sanitária e Secretaria Municipal de Saúde, o resultado oficial do Instituto Adolfo Lutz dando conta de que a paciente com 24 anos atendida durante a semana passada não tem o novo coronavírus. Ela foi monitorada por equipes multidisciplinares do hospital e da Secretaria.
O Hospital Santa Maria tranquiliza, mais uma vez, seus pacientes e colaboradores, reforçando a existência de rígidos protocolos de atendimento e segurança adotados antes mesmo das primeiras suspeitas no município e na Região do Alto Tietê.
Dos três casos notificados na cidade, dois já foram descartados e apenas esta paciente, que fez uma viagem recente à França, se dirigiu ao complexo hospitalar, que possui uma Comissão de Controle de Infecções Hospitalares treinada e apta a lidar com todas as circunstâncias relacionadas a doenças virais.
As medidas de prevenção permanecem intensificadas, contando, inclusive, com leitos de isolamento respiratório que não permitem a saída de ar do ambiente para as demais dependências do hospital. Os colaboradores receberam treinamento para seguir todas as recomendações do Ministério da Saúde, além de cartilha detalhando o assunto.
Os diretores do hospital, que possui laboratório próprio avançado e habilitado também para detectar a doença através do DNA do vírus, ressaltaram que a rotina não será alterada e os pacientes (inclusive aqueles com exames agendados) podem comparecer normalmente aos procedimento

Atenciosamente,
Diretoria.

Atualizado em  04 de março de 2020 às 17h30.


COMUNICADO IMPORTANTE
CORONAVÍRUS


       A diretoria do Hospital Santa Maria de Suzano confirmou na tarde desta sexta-feira a existência de um caso com suspeita do novo coronavírus. As amostras da paciente de 24 anos foram encaminhadas ao Instituto Adolfo Lutz.
       A mulher, que relatou ter feito uma viagem à França, deu entrada às 21h04 de quarta-feira com problemas pulmonares, não ficou internada e voltou para casa no mesmo dia. Ela passa bem e vem sendo monitorada constantemente por equipes multidisciplinares do hospital e da Secretaria Municipal de Suzano. Dos três casos suspeitos em Suzano, apenas este se dirigiu ao Santa Maria.
       O comando do Hospital Santa Maria fez questão de ressaltar que não há motivos para alarde em relação aos pacientes e seus colaboradores porque rígidos protocolos foram adotados há dois meses. Existe ainda uma Comissão de Controle de Infecções Hospitalares treinada e apta a lidar com todas as circunstâncias relacionadas a doenças virais. Entre outras medidas, houve a alocação de oito leitos de isolamento respiratório que não permitem a saída do ambiente para as demais dependências do hospital.
       Além disso, os colaboradores de todas as áreas estão sendo treinados há dois meses para que executem suas funções de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde. 
       Os diretores do hospital, que possui laboratório próprio avançado e habilitado também para detectar a doença através do DNA do vírus, ressaltaram que a rotina não será alterada e os pacientes – inclusive aqueles com exames agendados – podem comparecer aos procedimentos. 

Atenciosamente,
Diretoria.

Atualizado em  28 de fevereiro de 2020 às 21h30.